Resenha- Trono de Vidro


Livro: Trono de Vidro
Autora: Sara J.Maas
Editora: Galera Redord
Titulo original: Throne of Glass
Ano de lançamento: 2013
Número de páginas: 390

sinopse
"Nas sombrias e sujas minas de sal de Endovier, uma jovem de 18 anos está cumprindo sua sentença. Celaena é uma assassina, e a melhor de Ardalan. Aprisionada e fraca, ela está quase perdendo as esperanças quado recebe uma proposta. Terá de volta a sua liberdade se representar o príncipe herdeiro em uma competição, lutando contra os mais habilidosos assassinos e larápios do reino. Endovier é uma sentença de morte, e cada duelo em Adarlan será para viver ou morrer. Mas se o preço é ser livre, ela esta disposta a tudo."

resenha
 Celaena Sardothien, é a melhor assassina de Adarlan porém depois de cometer um simples deslize, foi capturada, julgada e mandada para as minas de Endovier. Lá ela fica presa durante um ano, até que o príncipe e seus súditos aparecem com uma proposta: se ela aceitar representar o príncipe em uma espécie de competição entre os melhores ladrões, assassinos e soldados, e ganhar a tal competição, poderá ter sua liberdade de volta, porém antes de ser livre, terá de cumprir quatro anos de servidão ao rei, ou seja protegê-lo e ficar submissa aos seus comandos. 

 Claro que Celaena concorda, ela fará de tudo pela sua liberdade, mas durante a competição outras coisas entrarão em jogo, e Celaena se vê prestes a ter de combater um mal que existe no castelo e que está matando os outros competidores de formas cruéis, agora ela terá que lutar pela liberdade e pela própria sobrevivência.

 Trono de Vidro entrou para a lista dos melhores livros do ano, eu viciei na história, a autora fez questão de criar um outro ambiente e uma personagem que não se encaixa em nenhum lugar. Eu ainda não conhecia Sara J.Mass, pois se trata de uma  escritora nova e Trono de Vidro é o seu primeiro livro lançado, mas com sua escrita envolvente, que mantém o leitor preso desde a primeira página até a última, merece meus parabéns.

 A narração é feita em terceira pessoa e na maioria das vezes no ponto de vista de Celaena, mas outros personagens também narram como: o capitão Chaol que treina Celaena, o príncipe Dorian, e Kaltain uma moça da realeza. O livro consta com 390 páginas, então não se trata de um livro muito grande, a capa é linda mas se você olhar o verso do livro verá uma espécie de "continuação" da capa, não encontrei erros de ortografia, logo no início tem o desenho do mapa de Erilea, que é muito bonito e que durante a leitura, me ajudou localizar.

 O fator que mais pesou para que eu gostasse tanto do livro, foi o ar totalmente diferente como eu já citei no inicio da resenha, mas deixe-me explicar isso. Em Trono de Vidro, só existe Erilea, não existe America, Europa, Ásia... Somente Erilea, trata-se de um único continente, e no qual há muito tempo existia magia, porém foi banida pelo ambicioso rei de Adarlan, que aos poucos foi tomando e "conquistando" outras terras. Então temos magia, que é uma coisa comum já, porém não é igual aos outros livros de fadas, feiticeiros; o ambiente é outro, mais pesado.

 Celeana, eu de cara já gostei dela, ela não é igual a maioria das protagonistas que fica chorando e sofrendo em um canto. Celeana é uma personagem forte, que sabe o quer durante todo o livro, que não fica se lamentando pelo que já fez; ela se tornou assassina para sobreviver, não por que gostava de matar as pessoas, sarcástica e com uma língua afiada a personagem também é a responsável pelas cenas de humor no livro.

 Agora o momento clichê: dois rapazes pelo coração da "donzela", sim triângulo amoroso, é aí que o livro perde pontos comigo. Será que não se pode mais ter uma história sem um triângulo amoroso?? Eu fiquei muito confusa em relação à eles, pois os dois caras são de se apaixonar. O príncipe Dorian que faz mais o tipo provocativo e o capitão Chaol que é mais protetor, mas tanto Dorian quanto Chaol, amadurem durante a história. E tem também a princesa Nehemia, que fica amiga de Celaena e que também tem um papel importante na história.

 Bem é isso, para os que querem um conselho Trono de Vidro me fez lembrar de A Seleção pelo fato da competição e o príncipe que me lembrou um pouco de Maxon, porém não se trata de uma distopia. A continuação de Trono de Vidro será lançada no primeiro semestre de 2014 pela Galera Record ;)

Bjsss, Manu.

4 comentários:

  1. Deve ser d+++ esse livro,já li umas resenhas,mas adorei essa Manu >3<
    Bju-bju >33< Otakada Kawaii

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, esse livro é muito bom mesmo, recomendo para qualquer pessoa ler. E fico muito feliz em saber que você gostou da resenha ;)
      Bjsss...

      Excluir
  2. Parece ser um livro incrível, sua resenha esta perfeita ^^ Vou colocar ele na minha listinha de futuras leituras *-*

    Meu Mundo, Meu Estilo||The Diary of My World||
    Comp. Guerra de Goodies||Divulgue o seu Blog Aqui||Peça uma Avaliação do Seu Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada :) E sim eu recomendo muito ler este livro, pode colocar na sua lista haha
      Bjss <3

      Excluir

- Não xingue nem ofenda sem sentido
- Não aceito ''Seguindo segue de Volta?'' APENAS se tiver um comentário com ligação com o Post
- Deixe o link do seu blog, queremos visita-lo
- Sem spans ou correntes
Obrigada ♥