Resenha- Entre o Agora e o Nunca

Livro: Entre o Agora e o Nunca
Autora: J.A. Redmerski
Editora: Suma das Letras
Titulo original: The Edge of Never
Ano de lançamento: 2013
Número de páginas: 360

sinopse
Camryn Bennett é uma jovem de 20 anos que desistiu do amor desde que Ian, seu namorado, morreu num acidente de carro há um ano. Sua melhor amiga, Natalie, é a única capaz de animá-la. Mas a relação entre as duas fica abalada quando o namorado de Nat revela à Camryn que está apaixonado por ela. Perdida, sem saber o que fazer, Camryn vai para rodoviária e pega o primeiro ônibus interestadual, sem se importar com o destino.
resenha
 Camryn é uma jovem mulher de 20 anos, sua rotina é a mesma de sempre, desde que o seu namorado morreu há um ano atrás, e não só isso, seus pais se separaram e seu irmão mais velho foi preso por dirigir bêbado e matar uma pessoa, Cam sente que sua vida parou e as únicas pessoas que não a deixam são Natalie, sua melhor amiga; e sua mãe. Mas Cam, acha que tudo irá mudar quando ela for morar com Natalie, porém tudo está perdido quando Damon, namorado de Natalie, se declara para Cam, e o pior é que quando Camryn vai contar a amiga, esta simplesmente prefere xingar a amiga e não acreditar na história. É aí que Camryn decide mudar...
 Juntando peças de roupas em uma mala, Cam embarca em um ônibus sem destino, bem a passagem dela é para Idaho uma cidade bem longe, mas o que ela irá fazer depois? Realmente Cam não sabe, sabe apenas que tem que sair da depressão que a rondava... E é quando já no ônibus, seu destino cruza com o sexy Andrew que está indo visitar seu pai doente, misterioso ele mexe com seus sentimentos e é ai que tudo vira de ponta cabeça...
 Gostei muito deste livro, sempre que passava em uma livraria o via, porém sabe quando você ta com muita pressa e nem lê sinopse nem nada? Até que esses dias resolvi ver algumas resenhas sobre ele, e só precisou duas resenhas para que eu estivesse saindo com o meu exemplar de uma livraria.
 Entre o Agora e o Nunca é uma história de perdas e lutas de ambos os personagens tando de Camryn tanto de Andrew, e isso me fez refletir sobre a minha própria vida, porque tem vezes que reclamamos por tão pouco e tem tantas outras pessoas passando por uma situação pior. Cam nos ensina que é preciso seguir em frente e não deixarmos nos abater, a todo momento em que eu estava lendo, sempre pensava: poxa, isso sim é cair e levantar. Eu me deparei com uma das únicas histórias que tem uma complexidade, não é nem pela questão de emocionar ou não, mas sim pelo que a autora explorou de cada personagem.
"Acho que tive medo de ser eu mesma a maior parte da minha vida." (pág 174)
A narração é em terceira pessoa, alternando entre Andrew e Camryn, os capitulos são bem divididos e a leitura flui, o livro tem uma bela capa com a modelo na capa. A história tem um apelo sexual sim, por ser um livro Yong Adult, as cenas de sexo são bem descritivas, e uma coisa me encomodou: uso desregulado de palavrões, ok deixar os personagens um pouco mais boca-suja tudo bem, eu também falo palavão, mas em algumas partes foi demais...
 Ao decorrer da história praticamente temos uma playlist de músicas, pois os personagens, principalmente Andrew são ligados a música, e eu adorei o gosto musical dele. Não preciso dizer que adorei Camryn né? Ela é uma mulher muito forte, porém timida e que tem aquela dúvida de pertencer ao local certo, de achar o lugar certo, e é aí que Andrew entra, ele a ajuda enfrentar todos os seus medos e ver que não importa o que os outros vão pensar de você.

"Teu melhor amigo, não importa o que te faça ou o quanto te magoe, so magoa tanto porque ele é teu melhor amigo; e ninguém é perfeito. Erros foram feitos para serem perdoados pelo melhor amigo, é isso que torna alguém oficialmente o melhor amigo." (pág 348)

E o final, bem o final vocês têm que lerem, porém é o que também podem fazer vocês chorarem um pouco, mas não se preocupem... Ao todo é um belo livro, que mexe com as emoções de cada pessoa e que com a forma de pensar também, recomendo muito vocês lerem este livro :D

"Se você fica se prendendo ao passado, não consegue seguir em frente. Se passa muito tempo planejando o futuro, você se empurra pra trás ou fica estagnada no mesmo lugar a vida toda." (pág 77)

Bjsss, Manu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Não xingue nem ofenda sem sentido
- Não aceito ''Seguindo segue de Volta?'' APENAS se tiver um comentário com ligação com o Post
- Deixe o link do seu blog, queremos visita-lo
- Sem spans ou correntes
Obrigada ♥