Nana

OBS.: No fim da postagem há uma playlist com a ost, você pode ouvir enquanto lê ; )

Bem, já faz bastante tempo que queria fazer uma postagem sobre esse tema, por que tema ? Pois quando falamos de Nana não falamos apenas de uma coisa em especifico. Nana é sem dúvidas um de meus animes preferidos (temos naruto junto aqui), mas meu amor pela história da Hachi e de Nana é tão grande, que não apenas o anime é meu favorito, o mangá e a live action também me agradaram bastante. Por isso vou falar sobre essa história que me fez rir, chorar e chorar de rir. 
Nana conta a história de duas garotas com várias coisas em comum, abas se chamam Nana, têm a mesma idade e estão de mudança para Tóquio em busca da realização de seus sonhos, porém no fundo tem um pouco do mesmo propósito. Elas acabam se conhecendo e apesar de toda diferença de personalidade acabam dividindo um apartamento e consequentimente virando amigas. Nana é uma história de Ai Yazawa (também mangaká de Paradise Kiss, está sendo agora relançado pela Conrad) publicado em 2002 considerado ainda em lançamento, pois por motivos de saúde a autora teve que encerrar a publicação do mangá. 
Como publico alvo jovem mulheres, o mangá acumulou até 2008, 43 milhões de vendas é bastante conhecido. Assim como todo mangá sempre acaba nos ensinando um pouco, Nana tem muito da questão de seguir seus sonhos, aprender a conviver com as diferenças, com seus sentimentos e com os dos outros. 
Nossas personagens principais: 

Oosaki Nana
Confesso que amei e odiei essa personagem, Nana é extremamente independente e se muda para Tóquio, em maioria, para ir atrás do seu sonho de ser vocalista de uma banda punk famosa. Passou para diversos problemas por ter sido criada pela sua vó autoritária. Uma garota bonita e estilosa, fã de música punk, a parte que eu me irritei com ela é seu orgulho gigante, apesar de ter um bom senso crítico e eu ter me identificado com ela em vários pontos, esse lado acaba atrasando um pouco ela em busca de sua felicidade. Apesar disso gostei mais do que desgostei dela, sua força e determinação são admiráveis, sem dúvidas uma inspiração. 

Komatsu Nana
Hachi é uma garota simples (porque Hachi ? é um nome de cachorro famoso no Japão e por ela dar muito trabalho asism como um cachorro Nana lhe da esse apelido), veio do interior e é um pouco bobinha, se apaixona fácil, com o sonho de casar e viver uma vida feliz com o marido. Hachi ainda mais que a Nana me deixa muito irritada, porém por ser tão dependente não tem como não ter pena dela e querer lhe ajudar em momentos dificeis, se apaixona diversas vezes, porém o pior foi sua escolha amorosa no fim da história, a mesma não posso contar para não dar spoilers, mas é realmente muito triste (eu chorei), porém mesmo assim seu carisma e sua vontade de ajudar e dar o melhr dela é o que mais a faz uma personagem tão fofa. 

Versões:

Mangá
Admito que foi Nana que está me fazendo desistir dos mangás, por que ? estou guardando dinheiro para poder comprar a coleção completa pelo site da JBC (no mesmo, apenas 21 volumes). Li online em inglês, o que me deu bastante trabalho pois não sou nem de longe fluente. O que eu achei legal no mangá é que ele conta um pouco mais da história de cada uma das Nanas, diferente do anime e ainda muito mais do filme. O mangá, na minha opinião, tem algumas cenas em que é muito mais engraçado no próprio mangá que no anime, essas mesmas cenas não existem no Live Action :/ 

Anime
A adpatção para anime foi feita pelo estudio Madhouse, com 47 episódios e alguns especiais que apesar de serem indiferentes para a histórias são engraçados, equanto pesquisava sobre a adpatação descobri que a MTV em 2011 comprou direitos para ter o Anime na programação, porém não tenho certeza se realmente foi televisionado. Uma coisa que eu adorei, tanto no anime quanto no mangá são as diversas referências ao punk, principalmente ao Sex Pistols e a moda de VIvienne Westwood, esposa do empresário dos Pistols que foi quem, em maioria, criou o visual punk. 

Live Action 
A adaptação para filme, conta com dois longas, com o primeiro lançado em setembro de 2005 e o segundo em dezembro de 2006, ambos dirigidos por Kentaro Otone, com um considerado sucesso. Eu gostei do filme, sinto como se eles tivessem deixado realmente o essencial, sem faltar com coisas importantes. A única coisa que eu fiquei muito chateada foi a censura dentro da história do Shin, realmente isso foi muito triste pois a partir dai podemos conhecer melhor a personalidade dele e de outro personagem envolvido a ele que no filme pareceu ser bem mais superficial.

Trilha sonora
Se eu já sou apaixonada por música imagina a trilha sonora de Nana, legal é que por ter como protagonista uma cantora de uma banda punk é claro que eu já tenho uma pré-disposição (?) a gostar, e também temos a outra banda que aparece na história, Trapnest, que se você já leu, assistiu ou acompanhou Nana sabe quem é, as três trilhas sonoras sao ótimas. Entre pesquisas, descobri que temos um CD para o Mangá, chamado de Love for Nana, com diversos artistas para representar Black Stone, a banda de Nana e Trapnest. Para o anime, temos as cantoras Anna Tsuchiya, como nana e Black Stone, e Olivia cantando as músicas do Trapnest, e, realmente, é ótimo. Já o filme, nós temos, para o caso da Nana a atriz, Mika Nakashima, cantando e atuando, já para Reira, vocalista do Trapnest, não tenho vergonha em dizer que eu não sei. : /

Bem, é isso, espero que tenham gostado, beijoss.

2 comentários:

  1. Na verdade, Hachi era um cachorro famoso no Japão porque tinha o costume de esperar seu dono voltar do trabalho na estação de trem. Porém, ele era tão leal, que mesmo depois que o dono morreu, ele continuou lá esperando. E como a Nana sempre foi muito fiel e sempre quis andar ao lado da Oosaki, ela a apelidou de Hachi.

    A história do Hachi é contada no filme "Sempre ao seu lado". É bem legal.

    Parabéns pela postagem! Curti bastante, até porque, Nana é um dos meus animes favoritos também. *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah não fazia ideia que havia ligação entre as duas histórias, obrigada por avisar ; )
      Que bom que gostou, beijos

      Excluir

- Não xingue nem ofenda sem sentido
- Não aceito ''Seguindo segue de Volta?'' APENAS se tiver um comentário com ligação com o Post
- Deixe o link do seu blog, queremos visita-lo
- Sem spans ou correntes
Obrigada ♥