Resenha- Legend


Livro: Legend A Verdade se Tornará Lenda
Autora: Marie Lu
Editora: Prumo
Titulo original: Legend
Data de lançamento: 2012
Número de páginas: 255

sinopse
Ambientado na cidade de Los Angeles em 2130 D.C., na atual República da América, conta a história de um rapaz – o criminoso mais procurado do país – e de uma jovem – a pupila mais promissora da República –, cujos caminhos se cruzam quando o irmão desta é assassinado e a ela cabe a tarefa de capturar o responsável pelo crime. No entanto, a verdade que os dois desvendarão se tornará uma lenda. O que outrora foi o oeste dos Estados Unidos é agora o lar da República, uma nação eternamente em guerra com seus vizinhos. Nascida em uma família de elite em um dos mais ricos setores da República, June é uma garota prodígio de 15 anos que está sendo preparada para o sucesso nos mais altos círculos militares da República. Nascido nas favelas, Day, de 15 anos, é o criminoso mais procurado do país; porém, suas motivações parecem não ser tão mal-intencionadas assim. De mundos diferentes, June e Day não têm motivos para se cruzarem – até o dia em que o irmão de June, Metias, é assassinado e Day se torna o principal suspeito. Preso num grande jogo de gato e rato, Day luta pela sobrevivência da sua família, enquanto June procura vingar a morte de Metias. Mas, em uma chocante reviravolta, os dois descobrem a verdade sobre o que realmente os uniu e sobre até onde seu país irá para manter seus segredos.

resenha
 Até que enfim consegui terminar de ler um livro! Digamos que eu estava em um período de eterna preguiça para ler :/ Mas agora voltei e aqui está a resenha de uma distopia muito boa.
 June e Day vivem na atual República, o que um dia já foi chamada de Costa Oeste dos Estados Unidos. Os dois são adolescentes bem diferentes e ambos não se conhecem. June uma menina rica, que mora e um dos melhores bairros, vive com seu único familiar vivo que é o seu irmão, é a menina prodígio militar, conseguiu a pontuação máxima na Prova, que todas as crianças quando completam 10 anos fazem para ver se têm capacidade de melhorar de vida ou não.
 Já Day, nasceu no Lake, bairro bem simples da República, e não conseguiu passar na Prova, todos que o conheciam pensam que ele está morto. Porém se tornou o criminoso mais procurado do país, habilidoso desde pequeno, nunca foi pego pelos militares, no entanto ele nunca matou ninguém e só é assim por causa de um motivo: manter sua família bem. Porém em uma de suas invasões ao hospital, um dos militares que estava vigiando é assassinado e o pior esse militar era o irmão de June. E é claro que Day se torna o pricipal suspeito, então June no meio de sua investigação para encontrá-lo e vingar o seu irmão, se vê ajudada pelo próprio Day  é aí que o mundo dos dois aos poucos se revelará...
 Quando eu comecei a ler este livro não tinha grandes expectativas para ele, pois eu li várias distopias, mas bem poucas me agradaram, então é claro que não esperava muito de Legend. Mas como eu estava errada! É muito bom. Eu diria que umas das melhores distopias que eu já li. Com cenas de ação que fazem os leitores ficarem vidrados nas páginas, mistérios sobre a República e ainda com uma pitadinha de romance, era tudo o que eu precisava no momento.
 A narração é alternada por June e Day, nas partes de narrativa do Day podemos notar a realidade, como a praga (doença que infecta a população) assombra os moradores pobres, pois estes não têm dinheiro para se proteger. E quando é June que narra, acompanhamos de perto os planos para pegarem Day. A leitura flui, a autora soube muito bem conduzir a história colocando em momentos certos, cenas de ação, e soube muito bem controlar o romance do livro, então não ficou enjoativo nem largado demais.
 A aparência do livro não deixa a desejar, a capa dá a impressão de ser um livro militar, e adorei o efeito das páginas sombreadas, a cada começo de capitulo temos o brasão da república, e especialmente nos capítulos narrados por June, ficamos informados sobre a temperatura do local.
 Na minha opinião, o livro faz parte da categoria Young Adult, sim os personagens principais são bem novos, cada um tem 15 anos, mas enquanto lemos não parece que são adolescentes, pois são muito inteligente, maduros e corajosos, em quase todo o livro passaram criando planos e calculando rotas de fuga. Então qualquer pessoa se sentiria bem ao ler a história. 
 Ao mesmo tempo em que June e Day eram tão diferente, eram iguais, pois os dois tiveram que lidar com perdas de parentes próximos e isso conquistou o leitor, ver personagens tão fortes mas que tem o seu lado emocional indefeso. Mas além dos dois principais temos Tess, que é uma menina que acompanha Day, mas que ao decorrer da história, as suas aparições no livro diminuem. E também temos Thomas, que era amigo de Metias (irmão de June), desde o começo do livro eu não simpatizei com ele...
Com um final cheio de reviravoltas, descobertas, traições, Legend entrou para a minha lista de melhores distopias e Marie Lu a de autores que devemos ficar de olho. Agora a parte triste é que a sequencia ainda não foi lançada :/ espero ansiosamente o lançamento da continuação: Prodigy. E super recomendo este livro ;)
Bjsss, Manu. 

2 comentários:

  1. Não achei o titulo muito entusiasmante, mas aí eu li a sinopse e adorei! A sua resenha também ficou ótima. Eu até leria ele mas acredite você ou não, eu estou lendo OITO LIVROS! Sim, sim oito livros! *U* Estou quase tendo uma overdose de emoções! OPSKOSPOSK! Mas mesmo assim vou dar um jeito de ler esse livro depois! :)

    *Dica: Aumenta um pouco a letra do post. Tá muito pequenininha! ;)


    Beijos, Annie
    >>>>>>>>>>> nerdsfly.#blogspot.com.br <<<<<<<<<<<<<<<
    (Retire o jogo da velha (#), caso venha me fazer uma visitinha *U*)




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, oito livros ? kk O livro é muito bom mesmo, vale a pena, obrigada pela visita e o toque sobre a letra, em alguns computadores ela é muito pequena e em outras ao contrário, a gente já vai dar um jeito nisso, obrigada mesmo kk.
      Beijoss, Manu.

      Excluir

- Não xingue nem ofenda sem sentido
- Não aceito ''Seguindo segue de Volta?'' APENAS se tiver um comentário com ligação com o Post
- Deixe o link do seu blog, queremos visita-lo
- Sem spans ou correntes
Obrigada ♥