Resenha- Lola e o Garoto da Casa ao Lado



Livro: Lola e o Garoto da Casa ao Lado

Autora: Stephenie Perkins
Editora: Novo Conceito
Titulo original: Lola and the Boy on the Next Door
Data de lançamento: 2012
Número de páginas: 288

sinopse
A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro. Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.


resenha
Então já fazia um tempo que eu queria ler outro livro da autora Stephenie Perkins, e aqui está:
Lola tem três desejos, o primeiro é ir no baile da escola, vestida de Maria Antonieta, com um lindo vestido que ela mesma irá fazer; o segundo é que os pais dela aprovem o seu namorado que é mais velho, e o último que ela não volte a encontrar os gêmeos Bell.
 A protagonista é super descolada, ela vive com os seus pais, literalmente, ela tem dois pais, e não se encomoda nem um pouco com isso, a mãe dela engravidou muito jovem e não pôde ficar com ela, ou melhor não quis, então acabou entregando para o irmão gay. Lola é "normal", tem um namorado rockeiro, e é aí que está o problema, ele tem 22 anos, usa maconha e fuma. Mas Lola está apaixonada pelo "príncipe" e não vê nada de errado nos defeitos dele. Mas seus pais sim, porque a mesma coisa aconteceu com a sua mãe, e eles não querem que o filme se repita.
 Até que  a família Bell, volta, e os gêmeos também... Agora Lola tem que se concentrar em não se aproximar de Cricket Bell, senão ela estará novamente vendo um filme que não tem final feliz...
 O livro é bom, sim. Só que é apenas isso: bom. Eu esperava mais do livro, da história, dos personagens, e claro da autora. E com isso a leitura se tornou decepcionante, mas o livro é fofinho, e por este motivo não consigo classificá-lo como ruim, mas com certeza prefiro Anna e o Beijo Francês. A autora Stephenie Perkins quis seguir o exemplo do primeiro livro dela, mas não rolou porque Anna, é um livro muito bom, porém eu esperava um enredo novo para Lola. Na minha opinião o livro tinha tudo para arrasar, porém ficou escondido, se é que vocês me entendem...
 A narração é contada do ponto de vista de Lola, o que ajuda a compreender a personagem, a leitura flui o que agrada muito, pois é um livro fácil de ler. A capa é simples e não achei nenhum erro de ortografia o que foi um dos pontos positivos.
 A personagem principal foi bem construída, com suas roupas malucas, e bem... nessa parte eu não consegui visualizar muito bem como ficavam os modelitos da protagonista. Cricket quando está sem a irmã, é bem fofinho. Um ponto que eu achei legal, foi que a autora explorou o homossexualismo que no livro é representado pelos pais de Lola, e a convivência com a mãe de Lola que é tumultuada.
 Foi isso, esperava mais, tinha expectativas altas, e me decepcionei um pouco. Mas contudo, é um livro bom para ler quando não se tem nada para fazer...;D

Bjsss, Manu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Não xingue nem ofenda sem sentido
- Não aceito ''Seguindo segue de Volta?'' APENAS se tiver um comentário com ligação com o Post
- Deixe o link do seu blog, queremos visita-lo
- Sem spans ou correntes
Obrigada ♥