Resenha- Anjo Mecânico



Livro: Anjo Mecânico
Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Titulo original: Clockwork Angel: The Infernal Devices
Data de lançamento: 2012
Número de páginas: 390

sinopse
"Anjo Mecânico apresenta o mundo que deu origem à série Os Instrumentos Mortais. Nesse primeiro volume, que se passa na Londres vitoriana, a protagonista Tessa Gray conhece o mundo dos Caçadores de Sombras quando precisa se mudar de Nova York para a Inglaterra depois da morte da tia. Quando chega para encontrar o irmão Nathaniel, seu único parente vivo, ela descobre que é dona de um poder que é capaz de despertar uma guerra mortal entre os Nephilim e as máquinas do Magistrado, o novo comandante das forças do Submundo."

resenha
 Tessa precisa ir para Londres, para morar com seu irmão Nathaniel. Não há mais chances de continuar em Nova York, sua tia faleceu e para pagar o enterro, Tessa teve que vender todos os bens da casa. Chegando em Londres, é levada até as irmãs Black e Dark, tais lhe dizem que Nathaniel, mandou-a buscar, e em prova lhe mostram uma carta escrita por ele, afirmando o fato. Seis semanas depois, a história de que Nathaniel mandou-a buscar era mentira, Tessa está presa em uma casa, na qual tem aulas para dominar seus poderes, isso mesmo ela tem poderes, pode se transformar em qualquer pessoa, tocando apenas um objeto que pertenceu a esta.
 Mas as irmãs não a estão treinando por nada, elas pretendem entregar Tessa para o Magistrado, um cara que mantém a identidade secreta e que deseja se casar com ela. Mas antes disso, consegue fugir com a ajuda de Will, um Caçador de Sombras que a leva para o Instituto de Londres, e lá ela tem ajuda para encontrar seu irmão e descobrir o que ela mesma é... Sem contar o fato, de que autômatos estão sendo feitos por alguém, que pretende acabar com os Caçadores de Sombras.
 Que saudade que eu estava do mundo dos Caçadores de Sombras, e mais uma vez Cassandra (autora) está de parabéns, conseguiu juntar todos os elementos para formar uma história incrível; tem romance, ação, mistério... No começo eu me perdi um pouco, pois a história se passa em Londres vitoriana, mas logo depois que você pega o ritmo, só para de ler quando termina o livro. A narração é em terceira pessoa o que nos possibilita de ver os lados dos outros personagens, quando não estão com Tessa. E a capa desta vez, tem brilhos holográficos? sim, mas não é como em Instrumentos Mortais, que quase não conseguimos ler a sinopse. Os capitulos começam sempre com trechos, poemas, etc. Um detalhe que eu gostei muito, foi ao final do livro, que a autora explica as mudanças que fez em Londres, pois para quem conhece a capital, alguns lugares mudaram, digamos de direção.
 Já os personagens, bem... Tessa me irritou um pouco, pelo fato de ter os costumes de antigamente, mas a culpa não é dela, (a história se passa em Londres vitoriana), e a mesma evoluiu ao decorrer da leitura, Will é um rapaz super arrogante, chegando a superar Jace, mas que em alguns momentos abaixa a guarda e se mostra uma pessoa diferente da qual é, um pouco mais sentimental. Jem, que é amigo de Will e Caçador de Sombras, também mexe com os sentimentos de Tessa, vive no Instituto e esconde um segredo que só é revelado no meio da leitura, e eu é claro não vou revelar aqui.
 Ao contrário de algumas séries nas quais tem que ler a série inicial para entender a história, em Peças Infernais não tem este problema, para as pessoas que não leram Os Instrumentos Mortais, podem ler sem nenhum problema Anjo Mecânico. E para quem acha que Cassandra estava boazinha para escrever o final do livro, se enganaram, tem mais mistério. Anjo Mecânico, é o primeiro livro da série As Peças Infernais, a qual só tem o primeiro lançado aqui no Brasil...

Bjsss, Manu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Não xingue nem ofenda sem sentido
- Não aceito ''Seguindo segue de Volta?'' APENAS se tiver um comentário com ligação com o Post
- Deixe o link do seu blog, queremos visita-lo
- Sem spans ou correntes
Obrigada ♥