Resenha- Paixão Proibida





Livro: Paixão Proibida
Autora: Bree Despain
Editora: Vergara & Ribas Editoras
Titulo original: The Dark Divine
Data de lançamento: 2011
Número de páginas: 382


Sinopse
Ao ver seu irmão Jude chegar em casa coberto de sangue, Grace, filha do pastor local, soube que algo terrível havia acontecido.
Na mesma noite, Daniel Kalbi, o jovem que morava com a família Divine, desaparece sem deixar vestígios.
Com o retorno de Daniel, Grace tem a chance de descobrir o segredo que sua família esconde, e como salvar aqueles que ela mais ama. No entanto, quanto mais se aproxima, mais se sente atraída pelo jovem misteriosos, que a encara com um olhar faminto.

Resenha
Bem sobre esse livro posso dizer que me arrependi logo depois que comprei, mas sabe, foi sem motivo. A narração é em primeira pessoa e sem rodeios, um livro que não tem aquele momento que te dá vontade de larga-lo e ficar se perguntando por você está lendo ele e não fazendo algo melhor. Grace Divine (Graça Divina) é filha do pastor mais admirado da cidade, não faz nada errado, é esforçada, ajuda na igreja e aos fieis dela, vive com seus pais e seus três irmãos, Jude, Charity e James. Quando criança seguia seu irmão e o amigo dele, Daniel, pelo qual ela tinha uma paixão de infância. Não vou poder falar muito sobre ele sem dar spoilers, a única coisa que Grace sabe é que aconteceu algo com seu irmão e no mesmo dia Daniel, que na época morava com a família Divine fugiu da casa deles.
Então Daniel volta depois de três anos desaparecido e já causa um grande embaraço na vida de Grace. O livro tem grandes mistérios e você quer saber qual é o segredo de Daniel, e quando você acha que já sacou todo o desenrolar da história a autora vai lá e mostra que o que você achava que era não tem nada haver. Diferente dos outros livros sobrenaturais em Paixão Proibida o descobrimento dos segredos é bem mais complicado, pois a personagem principal recebe informações “editadas”.
O que eu achei legal nos capítulos, que além de serem pequenos e rápidos tem pequenas divisões como – Jantar, de noite, mais tarde- o que evita que a narração se torne cansativa como no momento em que está saindo de um local e começa uma cena e a personagem narra uma parte do livro tediosa (Exemplo- Ela dirigindo) até chegar ao local principal ou um importante para a história.
Sobre o romance não posso dizer muita coisa, no inicio Daniel mostrou ser um badboy, só que isso tem ligação com seu lado sobrenatural, e foi perdendo isso com o tempo, ficando um pouco chatinho, não era o mais querido nem o mais malvado, e talvez a falta de descrição sobre ele fez com que eu não estivesse louca para que os dois ficarem juntos, mas apesar disso o livro é bom e o romance é um "amor verdadeiro". Já que a personagem principal é filha de pastor o livro puxou bastante para a religião, Grace queria que Jude e Daniel tivessem a linda amizade deles de volta. E a personagem me inspirou um pouco em tentar ajudar os outros refazer amizades. Uma coisa que eu achei interessante dele é que não houve divulgação, as resenhas são escassas e é bem desconhecido. A continuação, O Santo Perdido, já foi lançada e, apesar do fim de Paixão Proibida não te fazer implorar pela continuação, estou bastante interessada em lê-lo pois não é um livro massante e é um ótimo entretenimento. 
Então galera, o que acharam da resenha?, não tenho costume de postar sobre livros,  essa parte é mais da Manu, porém fiquei afim de mostrar pois apesar de ser um livro bom é muito desconhecido. Beijos, Nathalia.

Fiquem com um quote do livro:

“Eu era uma das melhores alunas, filha de pastor, cidadã do mês e membro do Clube Todos por Jesus, mas por um nano segundo me esqueci daquilo tudo. O que eu mais queria era pegar na mão dele. Mas aquele sentimento me assustou... e me fez odiar Daniel.”

Um comentário:

- Não xingue nem ofenda sem sentido
- Não aceito ''Seguindo segue de Volta?'' APENAS se tiver um comentário com ligação com o Post
- Deixe o link do seu blog, queremos visita-lo
- Sem spans ou correntes
Obrigada ♥