Resenha- Desperta ao Amanhecer



Livro: Desperta ao Amanhecer
Autora: C.C. Hunter
Editora: Jangada
Titulo original: Awake at Dawn
Data de lançamento: 2012
Número de paginas: 352

sinopse
"Kylie anseia por descobrir sua própria identidade sobrenatural e o que seus próprios poderes significam. Agora ela vai precisar deles mais do que nunca, porque está sendo assombrada por outro espirito, que insiste em dizer que alguém que ela ama morrerá antes do final do verão. Se ao menos Kylie soubesse quem ela precisa salvar e como... Mas a maior causa de seus problemas são os dilemas do coração. Kylie sabe que precisa decidir entre Lucas, o lobisomem que conheceu quando ainda era garotinha, e Derek, um fae muito atraente, para não correr o risco de perder os dois. Mas o romance vai ter que esperar, porque alguém do lado sombrio do mundo natural se esconde em Shadow Falls"

resenha
 A única coisa que Kylie tem certeza é que não é normal. Ninguém sabe o que ela é. Está confusa em relação a Lucas e Derek, já que um deles a abandonou... Está braba com seu padrasto, o seu pai de verdade (morto) não a tem visitado, e um novo espirito passou a assombrá-la, este diz que se ela não agir a tempo alguém que ela ama morrerá, mas como agir se ela não sabe nem por onde começar, ou melhor se não sabe nem o que ela mesma é?
 Por outro lado o seu coração está "bem" apesar de Lucas ter saído do Acampamento e Fredericka, a lobisomem mais irritante, ter ido junto com ele. Kylie está com Derek, os dois tem uma relação quase de namorados, tirando o fato que Kylie não aceitou namorar com o fae, por uma questão muito fácil, ela não sabe o que sente por Lucas, fora a raiva, ela sabe que os dois tem uma relação muito forte. Outro assunto que tem atormentado ela são os seus poderes, ao que parece estão cada vez maiores, e a deixam com mais dúvida...
 Sabe eu gostei mais desse livro, do que do primeiro livro, acho que o enredo amadureceu bastante, me dando a sensação de que eu conhecia os personagens a tempo. A história segue um ritmo calmo, que ao decorrer da leitura ganha intensidade, e a narração continua em terceira pessoa. A única coisa que eu não achei a melhor coisa do mundo, foi a capa, que na minha opinião a americana é mais bonita, na versão brasileira ficou legal, mas alguma coisa me incomoda nela, acho que é a cor que quebra um pouco... A parte boa da capa, foi que a editora, colocou elogios feitos à saga, tirados de resenhas.
 Uma coisa que eu esqueci de colocar na resenha do primeiro livro, é que os personagens não vivem só no mundo sobrenatural, com seus próprios conflitos sobrenaturais, não nesta saga eles têm experiências reais, com problemas que nós podemos enfrentar. O que também contribuiu para a história amadurecer foram os personagens que a cada momento se mostraram mais fortes, capazes de lidar com os seus próprios destinos, e um exemplo é Kylie que a cada página me surpreende... Miranda e Della, eu já sinto a falta delas, elas continuam divertindo muito a série com as suas discussões. E continuo com dúvida em relação aos rapazes, Lucas e Derek, por um momento eu sentia raiva de Lucas depois de Derek, depois me apaixonava pelos dois... Neste livro não temos personagens novos, mas alguns aparecem um pouco mais, como a amiga de Kylie; Sara que no primeiro livro só ouvíamos falar dela, e também tem Perry que me irritou em alguns momentos, Holiday e Burnett também aparecem bastante...
 Com um final de cair o queixo, de ficar louca pela continuação, Desperta ao Amanhecer terá a continuação lançada aqui no Brasil só ano que vem, e aqui está o titulo americano do livro: Taken at Dusken.

Bjsss, Manu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Não xingue nem ofenda sem sentido
- Não aceito ''Seguindo segue de Volta?'' APENAS se tiver um comentário com ligação com o Post
- Deixe o link do seu blog, queremos visita-lo
- Sem spans ou correntes
Obrigada ♥