Resenha- Ecos da Morte





Livro: Ecos da Morte
Autora: Kimberly Derling
Editora: Intrínseca
Titulo original: The Body Finder
Data de lançamento nacional: 2011
Numero de paginas: 270

sinopse
"Violet tem dois problemas: o dom morbido e secreto que carrega desde a infancia e Jay Heaton, seu melhor amigo, por quem está apaixonada. Aos dezesseis anos está confusa com os novos sentimentos em relação a ele, ela esta cada vez mais desconfortável com sua estranha habilidade de encontrar cadaveres. Desde muito pequena, percebe os ecos que os mortos dixam neste mundo. Ruídos, cores, cheiros. Mas não todos: apenas os das vitimas de assassinato.
  Na maiora das vezes tudo o que encontrava eram passáros mortos, deixados para trás pelo gato da família. Mas quando um Serial Killer começa a aterrorizar a pequena cidade onde mora e os ecos das garotas mortas a perseguem dia e noite Violet se dá conta de que talvez seja a unica que consiga dete-lo.

resenha
 O prológo, começa mostrado Violet encotrando o primeiro corpo, com o seu dom, se é que podemos chamar de dom, uma coisa tão aterrorizante. Mas passados oitos anos ela já se encontra com dezesseis e nunca mais econtrou nenhum corpo, só de passáros que seu querido gato mata.
 Agora Violet esta em uma situação um pouco delicada, apaixonada por Jay seu melhor amigo de infância, ao que parece passou por uma mudança drástica nos últimos meses, todas as garotas da escola dão em cima dele. O dom de Violet funciona como um radar, ela escuta sons, gostos, enxerga explosões de cores, e então isso a guia até o corpo da pessoa.
 Até que no último dia de verão, os adolescente da cidade vão passar a tarde no lago, e por coinsidência Violet e Jay vão andar de jet sky, quando Violet percebe que está sendo puxada para um caminho diferente e começa a enxergar cores sobre a água do lago, fica claro que existe um corpo ali, mas uma semana depois de o corpo ser encontrado aparece o corpo de outra menina, e assim em diante... Um serial killer está atuando e Violet aproveita a chance para ajudar com seu dom, a encontrar os corpos.
 Nossa, faz pouco tempo que eu ouvi falar nesta série, e na primeira vez que li uma resenha fui logo na livraria comprar o livro, claro que fiquei na dúvida se o livro seria muito assustador, mas depois de lê-lo não tinha fundamento o meu pensamento. Um thriller que te faz perder o folego? Com certeza, desde o prológo até o epílogo. Uma coisa que eu achei legal e que cortou um pouco do clima sombrio, foi o romance da protagonista Violet e Jay, deu um toque bem teen a leitura, achei legal que tem alguns capítulos com o assassino, mostrado como ele escolhe sua vitíma, bem tenso. A narração é em terceira pessoa e a leitura flui, a editora intrinsea está de parabéns desde a capa que é linda com o titulo em relevo desde as flores iniciando os capítulos, mas uma coisa que me decepcionou: foi o detalhe atrás do livro que descasca muito rápido, tipo não fazia nem dois dias que eu tinha comprado e já estava descascando D:
 Violet, eu achei ela bem divertida, pois na minha opinião tinha tudo para ser uma personagem esquisita por causa do dom, mas ela se mostrou bem madura com situações dificeis, achei legal o fato de a família saber de seu dom. Jay, ele é tão fofo com Violet, sabe torci desde o começo para eles ficarem juntos, e fiquei feliz com o resultado. Só que depois de juntos, eu acho que o namoro deles ficou meio grudento demais, meloso sei lá...
 Enfim eu gostei muito do livro, que teve a continuação lançada no Brasil, em junho deste ano, Desejos dos mortos promete mais ação que o primeiro.

Bjsss, Manu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Não xingue nem ofenda sem sentido
- Não aceito ''Seguindo segue de Volta?'' APENAS se tiver um comentário com ligação com o Post
- Deixe o link do seu blog, queremos visita-lo
- Sem spans ou correntes
Obrigada ♥